Apresentação de Nossa Senhora

Artigos Católicos 13/11/2012

Dia 21 de novembro

História: Nossa Senhora era judia. Aos 3 anos de idade foi levada ao templo por seus pais, para ser consagrada a Deus inteiramente e ali ser educada pelos sacerdotes e santas mulheres.

Ainda jovenzinha tornou a consagrar-se a Deus, sem reservas. Preparada desde o início da criação para ser a Mãe de Jesus, Segunda Pessoa da Santíssima Trindade, e esposa espiritual do Espírito Santo, nasceu sem o pecado original, pois Ela seria o primeiro templo em que habitaria Nosso Senhor Jesus Cristo.

Apesar de desejar viver tal uma freira, de corpo e alma consagrada ao Senhor, disse sim quando o anjo lhe apareceu. Maria tinha 14 anos quando ouviu a anunciação do anjo São Gabriel, de que ela tinha sido escolhida entre todas as mulheres para ser a Mãe do Messias.

Maria era descendente do rei Davi. Seus santos pais, chamavam-se Joaquim e Ana.

Chamavam-na de Miriam, que significa Maria. Desde criança, assim que nasciam, eram destinadas a um esposo, que no caso era José, também descendente da família de Davi.

Deus o tinha preparado para ser o pai adotivo de Jesus: ele também, desde criança consagrara-se a Deus inteiramente, tal um sacerdote.

Mas Deus tinha outro plano para ele também. E ao saber que Maria tinha o mesmo desejo, sentiu-se feliz por ser esposo e protetor de uma moça tão pura e tão bela. Ainda não sabia ele o que Deus também lhe preparara, até então. José faleceu antes de Maria. Aos 48 anos de idade Nossa Senhora viu seu filho Crucificado.

Oração da Apresentação de Nossa Senhora: Do Rei Esposa e Filha, real Virgem Maria, eleita desde sempre por Deus, que tudo cria. Donzela imaculada, morada do Senhor. O Espírito, enviado do céu, vos consagrou. Sinal da caridade, que espelha todo o bem, aurora da luz nova, como arca, Deus contém. Delícias vos envolvem na Casa do Senhor, ó ramo de Jessé, da graça dando a flor. Ó pedra preciosa, estrela reluzente, do Espírito os templos vivos, fazei-nos transparentes. Ó Virgem singular, louvor ao Deus Trindade, que a vós deu os tesouros de sua santidade”. (Liturgia das Horas)

Devoção: Ao cumprimento fidelíssimo da vontade de Deus.

Padroeiro: Do universo

Outros Santos do dia: Gelásio (papa); Mauro (bispo); Columbano (ab); Alberto (bispo); Honório, Demétrio, Eutíquio, Estevão, Celso, Clemente, Heliodoro, Alexandre e Rufo, Basílio, Auxílio e Saturnino (márts.); Romeu, Liberal (bispos).

Nenhum comentário até o momento

Inicie uma conversação

Nenhum comentário ainda

Você pode ser o primeiro a iniciar uma conversação.

Deixe uma resposta