Será a positividade a cura para a depressão?

Artigos Católicos 25/08/2015

A Organização Mundial da Saúde (OMS) apresenta dados alarmantes sobre a depressão. A condição atinge mais de 100 milhões de pessoas pelo mundo. Antidepressivos, segundo os médicos, podem ser remédios realmente úteis, mas funcionam completamente em apenas de 30% a 40% dos casos. Depois de tentar usar de dois a quatro medicamentos diferentes, apenas um terço dos pacientes consegue se livrar da depressão.

Há cerca de dois anos, médicos, psicólogos e pacientes diagnosticados com depressão estão trabalhando com um novo conceito de tratamento para a doença. São as Positive Activity Interventions (PAI), ou Intervenções de Atividade Positiva.

A proposta da PAI, apresentada por pesquisadores das Universidades de Riverside e Duke, ambas nos Estados Unidos, é simples. De maneira geral, se trata de desenvolver gentileza e otimismo nas pessoas; produzir felicidade. É um recurso que deve ser usado, segundo os especialistas, quando o paciente depressivo não responde aos medicamentos.

A PAI apresenta vantagens sobre os fármacos. É mais barato trabalhar a felicidade interior do que comprar remédios. O tratamento leva menos tempo, porque as mudanças no humor são percebidas mais rapidamente e o método não traz nenhum efeito colateral, como acontece com alguns medicamentos.

Em busca de métodos alternativos aos remédios, os pesquisadores americanos estudaram a fundo como o humor produzido “artificialmente” pode alterar um quadro médico de depressão.

Os benefícios de tratamentos como o PAI, contudo, ainda não são mensuráveis e continuam sendo estudados; daí a recomendação dos médicos de que se usem tais métodos como auxiliares, e não como recurso único.

Colocando em termos práticos, esses tratamentos alternativos fazem o paciente depressivo praticar pequenos atos de bom humor na rotina. O paciente precisa frequentemente demonstrar gentileza, escrever bons sentimentos no papel, tomar nota das coisas boas que acontecem com ele, meditar. Segundo os médicos, as ações positivas têm um efeito maior do que geralmente se considera.

Que tal começar hoje mesmo a ver o lado bom da vida?

Nenhum comentário até o momento

Inicie uma conversação

Nenhum comentário ainda

Você pode ser o primeiro a iniciar uma conversação.

Deixe uma resposta