Artigos Católicos - Loja Virtual

Santa Teresinha das Rosas

Publicado em: , , , , ,

Santa Teresinha das RosasDia 01 de outubro

História: Santa Teresinha das Rosas é uma das santas mais conhecidas e amadas por sua espiritualidade.

Seu nome se espalhou em pouco tempo por todos os recantos do mundo católico, principalmente pela sua autobiografia, verdadeiro compêndio de santidade.

Seus pais, quando jovens desejavam consagrarem-se a Deus na vida religiosa mas, pelos desígnios divinos não foram aceitos.

A jovem Zélia Guerin, futura mãe de Teresinha, disse: “Meu Jesus, já que não sou digna de ser vossa esposa como irmã, abraçarei o estado matrimonial para cumprir Vossa vontade.

Peço-Vos, porém, de todo coração, conceder-me muitos filhos e que Vos sejam consagrados”.

Daquele santo casal nasceram nove filhos. Três, ainda em tenra idade, faleceram e os demais, todas meninas, tornaram-se religiosas! Teresinha da Rosas ficou órfã de mãe aos quatro anos e muito sentiu sua ausência.

Após a morte da esposa, mudou-se com a família para Lisieux, onde um cunhado passou a zelar junto a ele pela educação das filhas. Teresinha cresceu num ambiente de amor puro e de fé. Sendo a caçulinha da casa, seu pai a chamava de “minha rainhazinha”.

As irmãs mais velhas, uma após outra entraram para a vida religiosa e Teresinha alimentava uma santa vontade de, o quanto antes, acompanhá-las na consagração a Deus. Com 15 anos de idade recebeu do Papa Leão XIII a permissão de entrar no Carmelo de Lisieux. Viveu lá durante oito anos. Mas o que poderia ter realizado de extraordinário em tão curta existência?

Graças a sua autobiografia, com o título História de uma Alma, sabemos que a jovem carmelita não fez nada de extraordinário: apenas cumpriu extraordinariamente bem os seus deveres de monja enclausurada, ensinando o caminho da santidade: fazer com amor desde as pequeninas coisas.

Num momento de entusiasmo, Teresinha escreveu que, por amor ao Amor Supremo, desejava ser cavaleiro das cruzadas, padre, apóstolo, evangelista, missionário, mártir! “Compreendi, escreve, que só o amor fazia agir os membros da Igreja e que se o amor viesse a se extinguir, os apóstolos não anunciariam mais o Evangelho, os mártires recusariam derramar o seu sangue. Compreendi que o amor encerra todas as vocações e que o amor é tudo, abraça todos os tempos e todos os lugares. Numa palavra, o amor é eterno. Encontrei minha vocação: o amor!”

Estas palavras são suaves mas profundamente corroboradas pela vida de oração, de sacrifícios, provações, penitências e imolação na existência de Teresinha. Revelou o papel do amor, como chave de toda espiritualidade e apontou o caminho da infância espiritual e passou seus últimos anos de vida com uma terrível doença. Padeceu simultaneamente uma dura provação interior que lhe purificou ainda mais o espírito.

Morreu consumida pelo amor, dizendo: “Ó meu Jesus, eu Te amo!” Seus restos mortais são venerados em Lisieux, na França. Ao morrer, Teresinha havia prometido que faria descer sobre a terra uma chuva contínua de rosas (graças celestes). Ela realizou e continua a realizar esta promessa depois de sua entrada no céu, num incalculável número de milagres.

Orações da Santa Teresinha das Rosas: I. Ó Deus, que concedestes a santa Teresa de Lisieux (Santa Teresinha) a graça da simplicidade e do amor incondicional a Vós e a todos os irmãos, concedei-nos, por sua intercessão, amar sempre mais a simplicidade de vida e a comunhão convosco. Por Cristo Senhor, amém.

II. ”Santíssima Trindade, Pai, Filho e Espírito Santo, eu Vos agradeço todos os favores, todas as graças com que enriquecestes a alma de Vossa serva Santa Terezinha do Menino Jesus, durante os 24 anos que passou na terra e, pelos méritos de tão querida Santinha, concedei-me a graça que ardentemente Vos peço (faça o pedido da graça que deseja) – se for conforme a Vossa Santíssima vontade e para salvação de minha alma. Ajudai minha fé e minha esperança, ó Santa Terezinha, cumprindo mais uma vez sua promessa de que ninguém Vos invocaria em vão, fazendo-me ganhar uma rosa, sinal de que alcançarei a graça pedida. “Reza-se em seguida 24 vezes: “Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, assim como era no princípio, agora e sempre, por todos os séculos e séculos, amém.” Santa Terezinha do Menino Jesus, rogai por nós.

Novena das Rosas
Reza-se diariamente durante a novena: Santíssima Trindade, Pai, Filho e espírito Santo, eu Vos agradeço todos os favores e todas as graças com que enriquecestes a alma de vossa serva Santa Teresinha do Menino Jesus, durante os 24 anos que passou na terra.
E pelos méritos de tão querida Santinha, concedei-me a graça que ardentemente Vos peço (… faça aqui o pedido …) se for conforme a vossa santíssima vontade e para a salvação de minha alma.

Rezam-se em seguida: 24 vezes “Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, assim como era no princípio, agora e sempre, por todos os séculos dos séculos. Amém!”

Pode-se acrescentar a cada “Glória ao Pai”, a jaculatória: “Santa Teresinha do Menino Jesus, rogai por nós!”
E para finalizar: Pai-Nosso e Ave Maria

Novena Missionária:

Oração Inicial (para todos os dias): Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.
Deus, vinde em nosso auxílio. Senhor, socorrei-nos e salvai-nos!
Vinde, ó Santo Espírito, e mandai do céu um raio da vossa luz. Vinde, Pai dos pobres; vinde, ó distribuidor dos bens; vinde, Luz dos corações. Vinde, ó Consolador nosso, Hóspede da alma, suave alegria. Vinde aliviar os trabalhos, temperar os ardores, e enxugar as lágrimas. Ó luz abençoada, inflamai o mais íntimo dos vossos fiéis. Sem a vossa força, nada há no homem, nada de inocente. Lavai, pois, o que está maculado, regai o que é seco, sarai o que anda enfermo. Abrandai o que é duro, abrasai o que é frio, e reconduzi o desviado. Dai aos vossos fiéis, que em vós confiam, vossos sete dons. Dai-nos o mérito da virtude, o dom da graça final e o glorioso prêmio das alegrias eternas. Amém.

Primeiro Dia
Tema – Santidade ao alcance de todos
1. Motivação
“Eis aí exatamente o mistério de minha vocação, de toda a minha vida, sobretudo o mistério dos privilégios de Jesus em favor de minha alma… Ele não chama os que disso são dignos, mas o que são de seu agrado”. (Santa Teresinha)

Neste primeiro dia vamos meditar sobre nossa vocação universal à santidade, graça que recebemos no dia nosso batismo. Santa Teresinha ensinou e mostrou por sua vida que a santidade está ao alcance de todos. Para sermos santos, não podemos contar com nossas forças, mas devemos implorar a misericórdia de Deus para que ela nos conduza à Montanha da Santidade. Que todos nós tenhamos sede de santidade e, ajudados pelo Senhor, sejamos fiéis à nossa vocação cristã, ao Evangelho e à nossa Santa Igreja.

2. Leitura Bíblica: (Mt 9,36-10,8)
Naquele tempo, vendo Jesus as multidões, compadeceu-se delas, porque estavam cansadas e abatidas, como ovelhas que não têm pastor. Então disse a seus discípulos: “A messe é grande, mas os trabalhadores são poucos. Pedi pois ao dono da messe que envie trabalhadores para a sua colheita!” Jesus chamou os doze discípulos e deu-lhes poder para expulsarem os espíritos maus e para curarem todo tipo de doença e enfermidade… Jesus enviou estes doze, com as seguintes recomendações: “Não deveis ir aonde moram os pagãos, nem entrar nas cidades dos samaritanos! Ide, antes, às ovelhas perdidas da casa de Israel! Em vosso caminho, anunciai: `O reino dos céus está próximo’. Curai os doentes, ressuscitai os mortos, purificai os leprosos, expulsai os demônios. De graça recebestes, de graça deveis dar.

3. Oração: Ó Deus todo-poderoso, que nos dais Santa Teresinha como modelo, vede nossos esforços em viver os nossos compromissos batismais e ponde em nossos corações o mesmo ardor de santidade que marcou a vida de vossos santos e santas, especialmente a vida da Santa das Rosas. Vós que cumulastes de graças vossa serva Santa Teresinha do Menino Jesus, derramai vossas bênçãos sobre todos nós, que exaltamos vossa misercórdia. Nós vos pedimos, por intercessão de nossa Santinha, atendei-nos em nossas necessidades e socorrei-nos, ouvindo-nos de modo especial na graça que esperamos alcançar de vós nessa novena, que tão devotamente celebramos…. (faz-se o pedido). Isso vos pedimos por Cristo nosso Senhor. Amém.

4. Pai Nosso, Ave Maria, Glória ao Pai

Segundo Dia
Tema – Impulso de amor
1. Motivação
“Peço a Jesus me atraia às chamas de seu amor, me una tão estreitamente a Ele, que seja Ele quem vive e atua em mim”. (Santa Teresinha)
Neste segundo dia pensemos no mistério de amor que atraiu Santa Teresinha à contemplação da misericórdia de Deus através de uma intensa vida de oração. Para ela, a oração é a arma invencível que Jesus lhe deu para tocar as pessoas. Sem orar, nós nos debilitamos e não conseguimos enfrentar as provações da vida. Vivemos agitados e inquietos, sem tempo para conversar com Jesus e meditar a sua palavra?

2. Leitura Bíblica: (Lc 11,9-13)
Eu vos digo: pedi e dar-se-vos-á; buscai e achareis, batei e abrir-se-vos-á. Pois todo aquele que pede, recebe; aquele que procura, acha; e ao que bater, se lhe abrirá. Se um filho pedir um pão, qual o pai entre vós que lhe dará uma pedra? Se ele pedir um peixe, acaso lhe dará uma serpente? Ou se lhe pedir um ovo, dar-lhe-á porventura um escorpião? Se vós, pois, sendo maus, sabeis dar boas coisas a vossos filhos, quanto mais vosso Pai celestial dará o Espírito Santo aos que lho pedirem.

3. Oração: Deus todo-poderoso, Santa Teresinha se entregava com prazer à oração para melhor vos conhecer e amar. Sua oração era simples e pura. Queremos imitá-la na necessidade de estar em constante comunhão convosco. Vós que cumulastes de graças vossa serva Santa Teresinha do Menino Jesus, derramai vossas bênçãos sobre todos nós, que exaltamos vossa misercórdia. Nós vos pedimos, por intercessão de nossa Santinha, atendei-nos em nossas necessidades e socorrei-nos, ouvindo-nos de modo especial na graça que esperamos alcançar de vós nessa novena, que tão devotamente celebramos…. (faz-se o pedido). Isso vos pedimos por Cristo nosso Senhor. Amém.

4. Pai Nosso, Ave Maria, Glória ao Pai.

Terceiro Dia
Tema – Nossa Senhora é Mãe de todos
1. Motivação
“Quando me sobrevém uma inquietação, um contratempo, bem depressa me volvo a ela, e, como a mais carinhosa das mães, sempre toma a seu encargo os meus interesses”. (Santa Teresinha)
Neste terceiro dia queremos meditar sobre o grande amor que Santa Teresinha dedicou à Mãe de Deus. A Santíssima Virgem foi a grande doçura da vida de nossa padroeira. A Santa das Rosas viveu intensamente sua filiação de graça em relação à Mãe do Céu. Temos procurado dizer “Sim” a Deus como Maria, colocando-nos a serviço dos irmãos?

2. Leitura Bíblica: (Jo 2,1-12)
Três dias depois celebravam-se bodas em Caná, na Galiléia, e achava-se ali a mãe de Jesus. Jesus foi convidado para as bodas e os seus discípulos também. Como não houvesse mais vinho, a mãe de Jesus lhe diz: “Eles não têm vinho”. Responde-lhe Jesus: “Que temos nós com isso, mulher? Minha hora ainda não chegou.” Sua mãe diz aos serventes: “Fazei tudo o que ele vos disser.” Havia ali seis talhas de pedra para a purificação dos judeus, cada uma contendo de duas a três medidas. Jesus lhes diz: “Enchei as talhas de água.” Eles as encheram até a borda. Disse-lhes então: “Tirai agora um pouco d’água e levai-a ao mestre-sala.” Eles a levaram. Quando o mestre-sala provou da água transformada em vinho (…) chama o noivo e lhe diz: “Todo homem serve primeiro o bom vinho e, quando os convidados já estão embriagados, serve o pior. Tu guardaste o bom vinho até agora!” Este início dos sinais, Jesus o fez em Caná da Galiléia e manifestou a sua glória e os seus discípulos creram nele. Depois disto, desceu a Cafarnaum, ele, sua mãe, os irmãos e os seus discípulos e ali ficaram apenas alguns dias.

3. Oração: Deus todo-poderoso, que nos destes Santa Teresinha como modelo de vida cristã, infundí em nossos corações o mesmo carinho que a Santa das Rosas nutria pela Mãe do Céu. Vós que cumulastes de graças vossa serva Santa Teresinha do Menino Jesus, derramai vossas bênçãos sobre todos nós, que exaltamos vossa misercórdia. Nós vos pedimos, por intercessão de nossa Santinha, atendei-nos em nossas necessidades e socorrei-nos, ouvindo-nos de modo especial na graça que esperamos alcançar de vós nessa novena, que tão devotamente celebramos…. (faz-se o pedido). Isso vos pedimos por Cristo nosso Senhor. Amém.

4. Pai Nosso, Ave Maria, Glória ao Pai.

Quarto Dia
Tema – Viver e morrer de Amor
1. Motivação
“Minha vocação é o amor! Jesus, quero amá-lo, amá-lo como nunca foi amado. Que Ele me dê um amor sem limites.” (Santa Teresinha)
Neste quarto dia, vamos entrar no âmago da espiritualidade teresiana: o amor. Toda sua vida foi um ato de amor. Ela procurou viver o amor a cada insfante. Quis viver e morrer de amor. O amor de Deus é a fonte de energia que fecunda toda a sua vida espiritual. Coloquemo-nos diante de Deus e nos perguntemos: Nós O amamos sobre todas as coisas e desinteressadamente? Amamos o nosso próximo concretamente?

2. Leitura Bíblica: (Jo 15,14-17)
Vós sois meus amigos se fizerdes o que eu vos mando. Já não vos chamo servos, porque o servo permanece na ignorância do que faz o seu senhor; chamo-vos amigos, porque tudo o que ouvi junto de meu Pai vo-lo fiz conhecer. Não fostes vós que me escolhestes, mas eu que vos escolhi e designei para irdes produzir frutos e para que o vosso fruto permaneça, de modo que tudo o que pedirdes ao Pai, em meu nome, ele vo-loconcederá. O que eu vos ordeno é que vos ameis uns aos outros.

3. Oração: Senhor, Pai de Amor, permiti, assistidos por vosso Santo Espírito, que sigamos o desejo de Santa Teresinha: combater por vosso amor até o fim de nossa vida. Vós que cumulastes de graças vossa serva Santa Teresinha do Menino Jesus, derramai vossas bênçãos sobre todos nós, que exaltamos vossa misercórdia. Nós vos pedimos, por intercessão de nossa Santinha, atendei-nos em nossas necessidades e socorrei-nos, ouvindo-nos de modo especial na graça que esperamos alcançar de vós nessa novena, que tão devotamente celebramos…. (faz-se o pedido). Isso vos pedimos por Cristo nosso Senhor. Amém.

4. Pai Nosso, Ave Maria, Glória ao Pai.

Quinto Dia
Tema – Cantando as misericórdias de Deus
1. Motivação
“A mim me deu sua infinita misericórdia, através da qual contemplo e adoro as demais perfeições divinas!… Então, todas se me apresentam radiosas de amor” (Santa Teresinha)

Neste quinto dia, seremos guiados por Santa Teresinha nos caminhos da misericórdia de Deus. Essa misericórdia a revestiu como um manto durante toda sua vida, especialmente no tempo amargo da enfermidade. Teresinha canta as misericórdias do Senhor para que todos saibam que, antes de ser um Deus de justiça, Ele é um Pai que mima a cada um de seus filhos. Nós, que sempre somos agraciados pela misericórdia divina usamos de misericórdia no trato com nossos semelhantes?

2. Leitura Bíblica: (Mt 5, 43-45)
Ouvistes que foi dito: “Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo. Eu, porém, vos digo: Amai vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem, a fim de serdes verdadeiramente filhos do vosso Pai que está nos céus, pois ele faz nascer o seu sol sobre os maus e os bons, e cair a chuva sobre os justos e injustos.

3. Oração: Senhor, Pai de misericórdia, permiti que nossos lábios repitam as palavras de Santa Teresinha em confiante prece: “Se alguma vez cairmos, por fraqueza, vosso divino olhar nos purifique imediatamente a alma, consumindo todas as nossas imperfeições, como o fogo que transforma em si próprio todas as coisas”. Revesti-nos, Senhor, com o manto de vossa misericórdia para que jamais nos sintamos desamparados. Vós que cumulastes de graças vossa serva Santa Teresinha do Menino Jesus, derramai vossas bênçãos sobre todos nós, que exaltamos vossa misercórdia. Nós vos pedimos, por intercessão de nossa Santinha, atendei-nos em nossas necessidades e socorrei-nos, ouvindo-nos de modo especial na graça que esperamos alcançar de vós nessa novena, que tão devotamente celebramos…. (faz-se o pedido). Isso vos pedimos por Cristo nosso Senhor. Amém.

4. Pai Nosso, Ave Maria, Glória ao Pai

Sexto Dia
Tema – Uma só Missão não basta
1. Motivação
“Queria ser missionária não só por alguns anos, mas quisera sê-lo desde a criação do mundo, e sê-lo até a consumação dos séculos”. (Santa Teresinha)

Neste sexto dia, contemplamos a Padroeira Universal das Missões, mensageira do amor, que permanece na Igreja como um modelo, lembrando-nos nosso dever de anunciar a Salvação a todos. A tarefa missionária deve envolver a todos os cristãos que, em decorrência da graça batismal, são chamados a evangelizar e a anunciar o nome de Jesus Cristo. E nós, temos testemunhado nossa fé através de nossas atitudes e palavras? Preocupo-me em ser missionário de Cristo em todos os ambientes nos quais me encontro?

2. Leitura Bíblica: (Jo 17,4-11)
Na quinta-feira Santa Jesus orou pelos discípulos dizendo: Pai, eu te glorifiquei na terra, conclui a obra que me encarregaste de realizar. E, agora, glorifica-me, Pai, junto de ti, com a glória que eu tinha contigo antes que o mundo existisse. Manifestei o teu nome aos homens que do mundo me deste. Eram teus e mos deste e eles guardaram a tua palavra. Agora reconheceram que tudo quanto me deste vem de ti, porque as palavras que me deste eu lhas dei, e eles as acolheram e reconheceram verdadeiramente que saí de ti e creram que me enviaste. Por eles eu rogo; não rogo pelo mundo, mas pelos que me deste, porque são teus e tudo o que é meu é teu e tudo o que é teu é meu, e neles sou glorificado. Já não estou no mundo; mas eles permanecem no mundo e eu volto a ti. Pai Santo, guarda-os em teu nome – este nome que me deste! – para que sejam um como nós.

3. Oração: Senhor nosso Deus, enchei o nosso coração de ardor missionário. Que nós não nos acomodemos na caminhada de fé e nos empenhemos em anunciar vossa palavra como testemunhas fiéis de vosso amor para com toda a humanidade. Vós que cumulastes de graças vossa serva Santa Teresinha do Menino Jesus, derramai vossas bênçãos sobre todos nós, que exaltamos vossa misercórdia. Nós vos pedimos, por intercessão de nossa Santinha, atendei-nos em nossas necessidades e socorrei-nos, ouvindo-nos de modo especial na graça que esperamos alcançar de vós nessa novena, que tão devotamente celebramos…. (faz-se o pedido). Isso vos pedimos por Cristo nosso Senhor. Amém.

4. Pai Nosso, Ave Maria, Glória ao Pai

Sétimo Dia
Tema – A Pequena Via
1. Motivação
“Quero procurar o meio de ir para o céu por um pequeno caminho bem direto, bem curto, um pequeno caminho todo novo”. (Santa Teresinha)

Neste sétimo dia, meditaremos sobre a “Pequena Via”, o pequeno caminho de Santa Teresinha marcado pela entrega radical nas mãos de Deus. Como uma criança submissa, nossa santa só queria viver a vontade do Senhor, sem jamais questionar os seus desígnios. Se procurarmos viver a “Pequena Via”, aprenderemos a valorizar as pequenas coisas que realizamos e tudo se transformará em degrau para subirmos a escada da santidade.

2. Leitura Bíblica: (Lc, 9, 46-48)
Surgiu entre eles uma discussão: qual deles seria o maior? Jesus, sabendo da pergunta que eles se faziam, tomou uma criança, colocou-a junto de si, e lhes disse: `Quem acolhe em meu nome esta criança acolhe a mim mesmo; e quem me acolhe acolhe Aquele que me enviou; pois aquele que é o menor entre vós, este é que é o maior.

3. Oração: Senhor, Deus de Misericórdia, dai-nos fé bastante para que possamos nos submeter à vossa ação, ao vosso amor infinito, numa entrega humilde e infantil, espelhados no exemplo de Teresinha em seu Pequeno Caminho. Vós que cumulastes de graças vossa serva Santa Teresinha do Menino Jesus, derramai vossas bênçãos sobre todos nós, que exaltamos vossa misercórdia. Nós vos pedimos, por intercessão de nossa Santinha, atendei-nos em nossas necessidades e socorrei-nos, ouvindo-nos de modo especial na graça que esperamos alcançar de vós nessa novena, que tão devotamente celebramos…. (faz-se o pedido). Isso vos pedimos por Cristo nosso Senhor. Amém.

4. Pai Nosso, Ave Maria, Glória ao Pai.

Oitavo Dia
Tema – Sofrendo com Coragem
1. Motivação
“Já não desejo tampouco o sofrimento, nem a morte. No entanto, amo ambas as cousas. O que, porém, me atrai, é unicamente o amor”. (Santa Teresinha)

Neste oitavo dia, nos deteremos nos sofrimentos de Santa Teresinha e na sua capacidade de suportá-lo com um sorriso. Pensaremos também nos nossos próprios sofrimentos e no modo como os enfrentamos. Para a Santa das Rosas, é preciso saber sofrer cada minuto. Não devemos antecipar os sofrimentos, preocupando-nos com as angústias de amanhã. É necessário, por outro lado, saber aproveitar o sofrimento como possibilidade de salvação do outro. Como temos encarados os nossos sofrimentos? Somos movidos pela certeza de que Deus está do nosso lado, segurando a nossa mão, todas as vezes em que choramos de dor e tristeza?

2. Leitura Bíblica: (Mt 26,36-41)
Então Jesus chega com eles a uma propriedade chamada Getsemâni e diz aos discípulos: `Ficai aqui enquanto eu vou rezar’. Levando consigo Pedro e os dois filhos de Zebedeu, ele começou a sentir tristeza e angústia. Disse-lhes então: `Minha alma está triste a ponto de morrer. Permanecei aqui e vigiai comigo’. E indo um pouco mais longe e caindo de rosto em terra, ele orava, dizendo: `Meu Pai, se é possível, esta taça passe longe de mim! Todavia, não como eu quero, mas como tu queres!’Ele vem para junto dos discípulos e os encontra a dormir; diz a Pedro: `Então, não tivestes força para vigiar nem uma hora comigo! Vigiai e orai, a fim de não cairdes em poder da tentação. O espírito está cheio de ardor, mas a carne é fraca”.

3. Oração: Deus de Amor, que de nenhum sofrimento poupastes vossa serva Teresinha e a moldastes como um vaso na mão do oleiro, nós queremos confiar plenamente em vós e sentir a vossa presença nos momentos em que estivermos cansados de carregar nossas cruzes. Vós que cumulastes de graças vossa serva Santa Teresinha do Menino Jesus, derramai vossas bênçãos sobre todos nós, que exaltamos vossa misercórdia. Nós vos pedimos, por intercessão de nossa Santinha, atendei-nos em nossas necessidades e socorrei-nos, ouvindo-nos de modo especial na graça que esperamos alcançar de vós nessa novena, que tão devotamente celebramos…. (faz-se o pedido). Isso vos pedimos por Cristo nosso Senhor. Amém.

4. Pai Nosso, Ave Maria, Glória ao Pai

Nono Dia
Tema – A Chuva de Rosas
1. Motivação
“Quero passar meu céu fazendo o bem sobre a terra”. (Santa Teresinha)

Neste último dia, contemplamos Santa Teresinha em seu propósito de continuar no céu a missão de interceder pelos pecadores. Ela acreditava que sua missão apostólica realmente começaria quando deixasse a terra. O céu não poderá ser para ela um lugar de repouso, pelo contrário, será o prosseguimento de uma intensa atividade salvífica, vencendo, enfim, os limites de tempo e espaço. E Teresinha continua multiplicando suas promessas e as cumprindo. Hoje é o dia de dizermos: Santa Teresinha, muito obrigado. Bendito seja Deus que a colocou em nossos caminhos!

2. Leitura Bíblica: (Mt 8,5-10.13)
Entrando Jesus em Cafarnaum, aproximou-se dele um centurião, suplicando-lhe e dizendo-lhe: “Senhor, meu servo está de cama, paralítico, e sofrendo muito”. E Jesus disse: “Vou até lá para curá-lo”. Mas o centurião respondeu: “Senhor, eu não sou digno de que entres em meu teto; mas dize uma só palavra e o meu servo ficará curado. Pois até eu, que sou um subalterno, tenho soldados sob o meu comando, e digo a este: ‘Vai’, e ele vai; e digo a outro: “Vem”, e ele vem; e ordeno ao meu servo: ‘Faze isto’, e ele faz”. Ao ouvi-lo, Jesus se admirou e disse aos que o seguiam: “Na verdade eu vos digo: Em ninguém de Israel encontrei tanta fé!”E disse ao centurião: “Vai, e seja feito conforme acreditaste”.

3. Oração: Senhor, hoje concluimos esta novena, cheios de esperança de que seremos atendidos em nossas súplicas por vós, que sempre escutais os apelos de vossa serva Teresinha. Ela prometeu enviar uma chuva de rosas sobre o mundo. Que caia uma pétala de vossa graça em nossos corações cheios do desejo de vos amar sobre todas as coisas. Nós vos pedimos: Vós que cumulastes de graças vossa serva Santa Teresinha do Menino Jesus, derramai vossas bênçãos sobre todos nós, que exaltamos vossa misercórdia. Nós vos pedimos, por intercessão de nossa Santinha, atendei-nos em nossas necessidades e socorrei-nos, ouvindo-nos de modo especial na graça que esperamos alcançar de vós nessa novena, que tão devotamente celebramos….. (faz-se o pedido). Isso vos pedimos por Cristo nosso Senhor. Amém.

4. Pai Nosso, Ave Maria, Glória ao Pai.

Devoção: À infância espiritual. Colocar todo o amor, desde as pequeninas coisas.

Padroeiro: Missões

Outros Santos do dia: Outros santos do dia: São Remígio (bispo); Severo (presb.); Bavão (cf); Plantão (presb); Adeusdado, Ananias, Cisco, Clemente, Evágrio, Aretas, Veríssimo, Máxima e Júlia, Domingo (márts).

|