Artigos Católicos - Loja Virtual

São Brás

Publicado em: , , , , , ,

Sao_BrasDia 03 de Fevereiro

História: Esse tão querido e conhecido santo nasceu em uma família rica, recebeu uma excelente educação cristã vindo a tornar-se bispo de Sebaste, Capadócia, atual Armênia quando ainda era bem jovem. Juntamente com seu trabalho religioso, era médico e nas duas tarefas procurava estar ao lado tanto dos pobres e quanto dos ricos, a qualquer hora do dia ou da noite.

Começaram as perseguições dos cristãos promovida pelo governador da Capadócia, o que o obrigou a refugiar-se em uma caverna no meio da floresta. Ali curava os animais doentes com o sinal da cruz e, com isso, até os animais mais perigosos não lhe faziam mal algum. Acabou sendo encontrado por alguns caçadores, que impressionados com seu magnetismo sobre os animais, levaram-no ao governador.

Como São Brás não quis renegar a Cristo foi trancado em uma cela para morrer de fome. Porém, uma bondosa mulher que já havia sido ajudada por ele, levava-lhe comida às escondidas. Quando o governador descobriu, ordenou que cortassem a pele de São Brás com pentes de ferro. O amado São Brás suportou os maiores sofrimentos até ter sua cabeça degolada. Foi um dos primeiros mártires do cristianismo.

É invocado desde a mais remota antiguidade como santo dos males da garganta. Já ouvimos muito a invocação de São Brás, quando uma criança ou adulto se engasga com alguma coisa. Essa tradição se deve ao fato de São Bento ter livrado da morte um menino que estava com uma espinha de peixe presa na garganta e São Brás tê-lo livrado da morte. Seu culto é um dos mais difundidos no oriente e no ocidente.

Oração: Senhor, pelos méritos de São Brás, peço-Vos por minha saúde e, especialmente, que me liberteis dos males da garganta. Rogo-Vos, também, por minha vida espiritual. Liberta-me da preguiça na oração, pois é a única maneira de manter-me sempre unido a Deus. São Brás, rogai por nós. Amém.

Devoção: À caridade divina: curar o corpo e alma de pessoas tanto ricas quanto pobres e, com o mesmo amor, os ferimentos de animais.

Padroeiro: dos males da garganta, animais selvagens

Outros Santos: São Oscar (padroeiro da Dinamarca); Celério (diác); Laurentino, Inácio, Celerina, Hipólito, Félix, Sinfônio (mártires) Lupicio Tigrido, Adriano, Remédios, Félix (presbs); Nitardo, Adelino (monge); Vereburga (abadessa); Anscário (rei).

|