Artigos Católicos - Loja Virtual

São Pedro e São Paulo

Publicado em: , , , , , , , ,

São PedroDia 29 de junho

História: Neste dia a Santa Igreja comemora as duas grandes colunas da Igreja nascente: São Pedro, Príncipe dos Apóstolos e Vigário de Jesus Cristo, e São Paulo, o Apóstolo dos Gentios. Sabemos por aqueles Evangelhos que Pedro era Galileu, que vivia em Betsaida, que estava casado, era pescador e irmão do Apóstolo São André.

Portava o nome de Simão, porém o Senhor, em ao primeiro encontro a qual teve com a ele, disse-lhe que se chamaria Cefas, que em aramaico significa “pedra” e que, na forma espanhola, mudou até converter-se para Pedro. Pedro, o primeiro Papa, apesar de ter negado a Jesus três vezes, foi sempre o entusiasta pelo Cristo e pela sua missão.

Foi assim que aprendeu a servir e não a ser servido. Apesar de distinguido pelo Cristo, após a tríplice profissão de amor, continuou com seu temperamento impulsivo, mas humildemente apegado ao Mestre. Depois de Pentecostes, foi o primeiro a falar ao povo. Também foi ao Templo para rezar, e aí fez o milagre pela fé em Jesus ressuscitado.

Falou às autoridades do Templo. Julgou a Ananias e Safira. Visitou as diversas comunidades e decidiu que a Igreja devia ocupar-se também dos gentios, recebendo os não-judeus. Depois do Concílio de Jerusalém, pelos idos de 49, pouco se ouve falar, nos Atos dos Apóstolos, desse príncipe, dessa Pedra, que é Pedro. Sabemos, pela história, que foi Bispo de Roma. E a ele se atribuem duas Cartas preciosas, do Novo Testamento.

São Paulo entra em cena por ocasião da morte do diácono Estevão. Daí por diante, podemos acompanhá-lo passo a passo em suas viagens de evangelização e, também, pelos Atos dos Apóstolos e pelas 14 Epístolas ou cartas, dirigidas às comunidades cristãs de ontem e de hoje. A “paixão” de São Pedro teve local em Roma, durante o reinado de Nero.

De acordo com uma antiga tradição, encerraram Pedro no presídio Mamertina, onde agora encontra-se a Igreja de São Pietro em Cárcere. Morreu crucificado de cabeça para baixo, a pedido do próprio Pedro, quando iriam crucificá-lo igual a Jesus. É impossível resumir tudo o que São Paulo fez em favor do cristianismo em todos os tempos. Uns, o apresentam como o maior promotor da liberdade do cristianismo. Outros, como autor da síntese mais completa do mistério de Cristo.

E ninguém consegue resumir a grandeza e a sublimidade de sua pessoa. São Paulo, é o “Apóstolo dos Gentios” e Protetor da família Paulina. Não somente possuímos um análise exterior de seus feitos, proporcionado por seu discípulo São Lucas nos Atos dos Apóstolos, como contamos com as revelações íntimas de suas cartas, que se bem que tinham o propósito de beneficiar aos destinatários, refletem também sua alma.

Em sua terceira viagem, entre os anos 52 e 56, logo após atravessar Galácia, retrocedeu o caminho para Macedônia onde embarcou para fazer uma quinta visita a Jerusalém. Em Éfeso, ocorreu o distúrbio promovido por Demétrio, o platero e do talhador, quando as prédicas de Paulo arruinaram as lucrativos transações dos mercadores na compra e venda das imagens da deusa Diana. Em Jerusalém foi recebido de maneira indigna e realizou uma grande comoção popular, quando o Apóstolo fez uma visita ao Templo.

Ali foi detido, maltratado, preso. Seu cativeiro em Cesárea durou dois anos. Vendo que não encontravam provas contra ele e que Paulo exigiu seus direitos de cidadão romano, sua causa foi vista pelo próprio imperador, Nero. Parece que em seguida ao julgamento foi posto em liberdade. Realizou então uma quarta viagem. A Tradição diz que a Paulo condenaram-no cortando-lhe a cabeça, em um lugar da Via Ostiense chamado Aquae Salviae (a atual Tre Fontane) perto do local onde hoje se levanta a basílica de São Paulo e onde se venera a tumba do Apóstolo. É crença comum dizer que São Paulo foi executado no mesmo dia e ano que São Pedro.

Oração: Senhor, Deus Todo-Poderoso, pela intercessão dos Apóstolos São Pedro e São Paulo, eu vos peço que envieis o Espírito Santo para que me defenda de todos os perigos, me ilumine o entendimento e me leve a conhecer a verdade de Vossa doutrina. Por Nosso Senhor Jesus Cristo na unidade do Espírito Santo. Amém.

Devoção: À evangelização

Padroeiro: Dos apóstolos, chaves da casa e longevidade

Outros Santos do dia: Marcelo e Anastácio (mártires); Ciro, Cássio (bispos); Benta, Ema de Gurk (virgem); Maria, mãe de Marcos; Coca (abade).

|