Depois de anos de discórdia, judeus e católicos se unem pela vida

Depois de anos de discórdia, judeus e católicos se unem pela vidaA Conferência Episcopal Italiana (criada em 1990), realiza nesta terça-feira, 17, encontros com dioceses italianas entre católicos e judeus. Para o presidente emérito da Assembleia Rabina Italiana, rabino Giuseppe Laras, esta iniciativa busca tornar o diálogo mais simples, mas não menos importante.

Ele destaca que estes encontros entre católicos e judeus refletem, sobretudo, questões que ambos enfrentam juntos, como a promoção da paz, da compreensão recíproca, depois de 2000 anos de incompreensão e tantas coisas negativas.

“Por isso é uma data que o mundo católico tem muita atenção, como também o mundo judeu, porque na medida em que este diálogo se reforça e se estende, se enfraquece o risco de anti-semitismo”, destaca o rabino.

O tema deste ano é “não matarás”. O presidente emérito da Assembleia Rabina Italiana conta que alguns anos atrás se encontrou com o presidente da Conferência Episcopal Italiana e concordaram que os temas desses encontros anuais seguiriam os 10 Mandamentos.

“O imperativo a ‘não matar’ e um imperativo que vai além do pertencimento a uma ou outra religião. É muito importante para o homem o respeito a vida humana, honrar a sacralidade da vida humana. Por tanto, este é um tema bem colocado em nosso tempo, pois em todo mundo a vida humana é muitas vezes negligenciada e violada”, ressalta.

O presidente da Comissão para o Ecumenismo e Diálogo inter-religioso da Itália, Dom Mansueto Bianchi, enfatiza este diálogo entre judeus e católicos requer empenho de ambas as partes e que não se perca ao longo dos anos.

Fonte: cancaonova.com


santo protetor orações