Santa Ana, mãe de Nossa Senhora

Dia 26 de julho

História: O proto-evangelho de São Tiago narra-nos que os vizinhos de Joaquim (nome que significa a quem Jeová confirma), desprezavam-nos porque não tinham filhos. Então, o santo retirou-se quarenta dias ao deserto para orar e jejuar. Ana (cujo nome significa Graça) “fazia lamentações”. Um anjo lhe apareceu e disse-lhe: “Ana, o Senhor ouviu tua oração: conceberás e darás a luz. Sobre o fruto de teu ventre falará o mundo inteiro”.

Nasceu-lhe Maria, Aquela que seria a Mãe de Deus. Esta narração se parece muito com a concepção e o nascimento de Samuel, cuja mãe se chamava também Ana (1 Reis, 1). Os primeiros Padres da Igreja oriental viam nesse caso um paralelo entre a narração da concepção de Samuel e a de João Batista.

A melhor prova da antiguidade ao culto a Santa Ana em Constantinopla é que, em meados do século VI, o imperador Justiniano dedicou-lhe um santuário. Há também dois afrescos que representam Santa Ana e datam do século VIII. No Oriente dedicam-lhe veneração desde o século VI Em 1382, o Papa Urbano VI publicou o primeiro decreto pontifício referente a Santa Ana; por ele concedia-se a celebração da festa da santa exclusivamente aos bispos da Inglaterra. A festa foi extensa depois a toda a Igreja do ocidente a partir de 1584.

Oração da Santa Ana: A estrela d’alva já brilha, já nova aurora reluz, o sol nascente vem vindo e banha o mundo de luz. Cristo é o sol da justiça. Maria, aurora radiante. Da lei a treva expulsando, ó Ana, vais adiante. Ana, fecunda raiz, que de Jessé germinou, produz o ramo florido do qual o Cristo brotou. Mãe da Mãe santa de Cristo, e tu, Joaquim, santo pai, pelas grandezas da filha, nosso pedido escutai. Louvor a vós, Jesus Cristo, que de uma Virgem nascestes. Louvor ao Pai e ao Espírito, lá nas alturas celestes. Amém

Devoção: A Deus Pai

Padroeiro: Dos Avós, dos Caseiros

Outros Santos do dia: Erasto (bispo); Sinfrônio, Olímpio, Teódulo, Exupéria, Jacinto (márts.); Valente (bispo); Pastor (presb); Simeão (monge); Bartoloméia Capitânio (vg); Benigno e Caro ; Ciríaca, Dorotéio e Eusébia (márts.); Cristina, Cristiano (monge); Godão (ab).


santo protetor orações