São José Cafasso

Dia 23 de junho

História: São José Cafasso era de família abastada do povo e Bosco provinha de uma família humilde e absolutamente pobre.

Foi em sua humildade, o maior amigo e benfeitor de São João Bosco e, de muitos seminaristas pobres e um dos melhores formadores de sacerdotes do século XIX.

Nasceu 4 anos antes de Dom Bosco e na mesma cidade em que Dom Bosco nasceu. Desde criança sobressaiu-se por sua grande inclinação à piedade e a compartilhar ajudas aos pobres.

No ano de 1827, sendo são José Cafasso seminarista encontrou-se pela primeira vez com João Bosco. Após ordenar-se como sacerdote, com a idade de 21 anos, o santo viajou a Turim, para aperfeiçoar seus estudos no instituto “O Convictorio”.

Suas habilidades estudantis foram premiadas ao ser nomeado como professor da instituição acadêmica, e em seguida, como reitor durante doze anos.

São José Cafasso formou mais de cem sacerdotes em Turim, e entre suas alunos teve vários santos. Era professor de Teologia Moral em Turim. Foi mestre e diretor espiritual de São João Bosco.

Deu excelente formação moral ao Clero piemontês, de acordo com a boa escola de São Francisco de Sales e Santo Afonso de Ligório. Turim, que era a capital do reino de Sabóia, as presídios estavam cheios de terríveis criminosos, abandonados por todos.

Contudo, São José Cafasso decidiu evangelizar esse local, e com a infinita paciência e amabilidade foi ganhando os presos um a um, fazendo-os confessar-se e começar uma vida santa.

Além disso, o santo acompanhou até a forca a mais de 68 condenados à morte, e ainda que haviam sido terríveis criminosos, nem um faleceu sem confessar-se e arrepender-se. A primeira qualidade que todos notavam neste santo era “o dom de conselho”, qualidade que o Espírito Santo lhe havia dado para saber aconselhar o que mais lhe convinha a cada um.

Outra grande qualidade que o fez muito popular foi sua calma e serenidade. Encurvado (desde jovem) e pequeno de estatura, porém na face sempre uma sorriso amável. Sua voz sonora, e encantadora, e sua conversa irradiava uma alegria contagiosa. Faleceu um sábado.

Deixou em testamento os poucos bens que possuía a seus amigos São João Bosco e São José Benedito Cottolengo. Sua oração fúnebre a fez seu discípulo preferido: São João Bosco. Antes de morrer escreveu esta estrofe: “Não será morte e sim um doce sono para ti, alma minha, se ao morrer te assiste Jesus, e te recebe a Virgem Maria”. Foi canonizado pelo Papa Pio XII em 1947.

Oração de São José Cafasso: São José Cafasso que fostes tão generoso para com nosso amado são João Bosco, assistindo-o em suas necessidades e que como sacerdote acompanhastes à força a inúmeros condenados à morte, mostrando sempre atenção aos encarcerados, vós que tínheis o dom do conselho, e morrestes tão santamente em oração e na paz, pedimos que intercedais junto a Deus para que nos dê o dom do sábio conselho e nunca deixemos de orar por todos os que estão à beira da morte, principalmente pelos mais abandonados. Por Cristo Nosso Senhor. Amém.

Devoção: À caridade com os mais pobres

Padroeiro: Dos pobres material e espiritualmente

Outros Santos do dia: João (presb); Agripina, Zenão e Zenas, Felix, Paisis, Cotilas, Ardames, Barraclas, Moisés, Eustáquio, Gaiano, Proba, Lólia e Urbano (mártires); Adalberto (abade); Aristócles, Demetriano e Anastácio (cfs); Jacó (bispo).


santo protetor orações