São Sebastião Valfré

Sao_Sebastiao_ValfreDia 30 de Janeiro

História: Sebastião Valfré nasceu em Verduno, no Piemonte, em 1629. De família pobre e numerosa, desde menino decidiu ser padre, e durante seus estudos sustentou-se copiando livros, não dando despesas ao pai. Sebastião foi aceito no Oratório de Turim e entrou para a congregação em 26-5-1651. Recebeu o sacerdócio um ano depois entregando-se sem reservas aos deveres sacerdotais.

O primeiro encargo foi o de “prefeito” do pequeno oratório, uma confraria de leigos que se encontravam para exercícios devocionais. Tinha uma extraordinária capacidade para fazer amizades. Em 1661, quando atingiu a idade então prescrita de 40 anos, foi nomeado mestre de noviços. Em seguida foi eleito superior contra seus sinceros protestos. Durante todo esse tempo foi sempre um confessor muito procurado.

Também era dotado de dons extraordinários para aconselhamento e para advinhar os problemas de seus penitentes. Entre estes estava o duque Vitor Amadeu II, posteriormente rei da Sardenha. Este, com o consentimento do papa Alexandre VIII, em 1690, esforçou-se para fazer Sebastião aceitar o arcebispo de Tirim,mas sem resultado. Sebastião não quis aceitar de maneira alguma. No entanto, dedicava-se ao ministério sacerdotal da pregação, chegando a fazer 3 sermões por dia, de quase uma hora de duração.

Realizou longas missões percorrendo o país e penetrando ocasionalmente na Suíça. Conseguiu muitas conversões. Seu temperamento era jovial, parecendo despreocupado e sem responsabilidade. Não deixava transparecer sua profunda oração e os problemas interiores. Morreu em 30-10-1710, aos 81 anos de idade.

Oração: –

Devoção: Dos seminaristas sem recursos

Padroeiro: Dos seminaristas sem recursos

Outros Santos: Santa Aldegundes (prot.câncer); Martina (virgem); Félix (papa); Matias, Amentária, Barsimeu (bispo); Hipólito (presb). Lermes de Burgo, Feliciano, Filopiano, Alexandre (mártires); Aldegundo, Jacinta, Tiadilde, abadessa, Sabina e Serena (virgens).

oracoes e santos