Sede da CNBB é palco do debate sobre saúde pública

Sede da CNBB é palco do debate sobre saúde públicaNa manhã de hoje, 28, ouve uma reunião na sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), com representantes de diversas entidades, como organizações sociais da área de saúde, organizações não-governamentais, movimentos e pastorais para buscar uma solução sobre a saúde pública.

Com base no tema da Campanha da Fraternidade deste ano, o Grupo de Trabalho (GT) sugeriu em um debate promovido no dia 17 de fevereiro, criar uma forma de conscientizar o povo brasileiro com relação a saúde pública.

A tarefa do GT é monitorar os desdobramentos da reflexão, a partir das atividades propostas. Entre estas ações está a realização de dois seminários para discutir o tema: o primeiro em maio, de âmbito nacional, e o segundo próximo das eleições, em âmbito local. Também deverá ser elaborada uma carta aberta em defesa do Sistema Único de Saúde e promovido um debate junto ao governo federal.

“A questão deve ser prioridade para o país e também nos municípios”, lembra o padre Ari Antonio dos Reis, assessor da Comissão Episcopal Pastoral para o Serviço da Caridade, Justiça e Paz da CNBB.

Também participa do GT uma representante da articulação estudantil. Para Bianca Borges, os estudantes brasileiros devem colaborar neste debate político da saúde, não apenas constatando que o serviço público é ruim. “Queremos mostrar que a saúde é um direito social conquistado num país democrático, e não é favor de um governo”. Ela recorda ainda que este engajamento é importante para a própria qualificação profissional dos estudantes, inclusive na implementação de uma formação interdisciplinar.

Fonte: cnbb

oracoes e santos